quarta-feira, 2 de abril de 2008

Desabafo em 'alter-ego'

Do que escrevo nada passa de manifestações do meu eu-lírico, num turbilhão de sentimentos trazidos leves feito o vento por vagas e turvas memórias de um passado talvez distante, de uma outra vida, um outro instante.
Nathalia Alves.

6 comentários:

Fanny disse...

Naaaath, ateh q enfim conseguiu postar \o/ hahaha Amei o q vc escreveu, simples mas profundo.. ui! hahaha pelo menos a gente entende... jah a racheeel.. hauahaha brincadeira ;)

Nath disse...

é consegui *-* como eu tava sem inspiração pra inventar um na hora, desenterrei esse mt antigo (y) é, a kel em si é um ser q não faz o menos sentido né HAUHAUAHA

Thaaaa disse...

eu sou sua fã numero um.. e vc sabe disso. mais nada a declarar.

Leorama disse...

parabens pelas palavras


www.leorama.blogspot.com

Heyhana disse...

adorei nati :)
parabéns.

escaravelhoandarilho disse...

A Burnt Ship by John Donne.
Out of a fired ship, which, by no way
But drowning, could be rescused from the flame,
Some men leaped forth, and ever as they came
Near the foes´ships, did by their shot decay;
So all were lost, which in the ship were found,
They in the sea being burnt, they in the burnt ship drowned.